Diretoria do Sindicato participa de ato em defesa das empresas públicas no Rio de Janeiro .
Ter, 03 de Outubro de 2017 21:53

 foto01

Movimentos sociais de todo o país estiveram no Rio de Janeiro, no dia 3, para protestarem contra os ataques do governo ilegítimo de Michel Temer (PMDB) às empresas públicas e contra a política de entrega das riquezas nacionais. Integrantes do Sindicato dos Bancários de Guarulhos e Região marcaram presença no ato e, mesmo debaixo de chuva, engrossaram a luta pela manutenção do patrimônio dos brasileiros e brasileiras.


Agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal não tiveram expediente no Centro da capital fluminense, e as ruas foram tomadas por bandeiras, cidadãos e cidadãs dispostos a resistir contra o golpe liderado por Temer. “Não é possível suportar esse tipo de política, onde as empresas públicas são entregues ao Capital Internacional. Junto a este trabalho de conscientização temos também que lutar pela anulação da Reforma Trabalhista, hoje nós estamos sem nosso estado de bem-estar e a CLT, nosso maior desafio é nos unir pela defesa de nossos direitos, contra as reformas e contra e entrega de nosso patrimônio”, disse o presidente do Sindicato, Luis Carlos dos Santos, durante o protesto.

 

A caminhada teve início em frente a Eletrobrás, que já está na mira privatista do governo, e de lá os manifestantes passaram pelo BNDES e seguiram até a Petrobrás, onde encontraram o presidente Lula que discursou contra os desmontes propostos pelo governo golpista. Para o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT), a discussão vai além da venda de empregos, mas também da posse da terra, água e de outras riquezas nacionais. “Além das questões inerentes ao movimento sindical, queremos dizer: você será prejudicado enquanto brasileiro”, concluiu.