itau unibanco
Demissão voluntária

Itaú divulga PDV para assistentes operacionais da área empresarial

O Itaú baixou no fim de novembro um Plano de Demissão Voluntária (PDV) para os assistentes operacionais da área empresarial (Emp) sem que houvesse qualquer discussão com o movimento sindical. O banco alega ser irreversível a aplicação do PDV.

O Plano será composto de uma indenização de até cinco salários, variando conforme o tempo de banco, mais 12 meses de concessão de vale alimentação e 36 meses de plano de saúde, incluindo o tempo previsto na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). O prazo para adesão vai até junho de 2015.

 

 
Itaú demite, Sindicato reintegra

No mês de julho, uma bancária do Itaú de Mairiporã com mais de 20 anos de banco foi demitida sobre alegação de redução de quadro. Acontece que o banco, com lucro recorde de 9,5 bilhões no último semestre, vem fazendo corte indiscriminado de pessoal. Nesse caso, por exemplo, a agente operacional, acometida de doenças profissionais havia sido operada de Síndrome do túnel do carpo em abril desse ano, e estava em pleno tratamento.

 
Após protestos, Itaú diz que recolherá agendas que citam "revolução" de 64

Banco tenta reverter lambança com a distribuição de suas agendas de 2014


O Itaú anunciou na quinta-feira (20) que vai recolher as agendas 2014 da instituição que anunciam o dia 31 de março como "aniversário da Revolução de 1964". Conforme o banco, as agendas com a frase já começaram a ser retiradas das agências.

A revelação de que o Itaú distribuiu a clientes agendas que promoviam "o aniversário da revolução de 1964" foi feita pelo jornalista Mário Magalhães, na semana passada, em seu blog no portal UOL.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>
Página 3 de 12