Dia Internacional da Mulher é comemorado com ação contra violência e reforma da Previdência pelo Sindicato dos Bancários

07-03 principal

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, o Sindicato dos Bancários de Guarulhos e Região foi às ruas na manhã desta terça-feira, dia 7, para levar informação à população sobre os malefícios e perdas que a reforma da Previdência, que tramita no congresso como Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, provocará na vida das brasileiras com panfletagem e também englobou a conscientização sobre a violência contra a mulher.

A ação aconteceu em frente a agência do Banco Santander da rua Capitão Gabriel, no Centro, e foi bem recebida pelas pessoas que puderam tirar dúvidas e conhecer melhor a proposta que o governo ilegítimo insiste em divulgar como benefício a fim de garantir o direito dos trabalhadores. “A população foi receptiva às informações que nos propusemos a repassar e conseguimos esclarecê-la sobre os mitos que a grande mídia ajuda o governo a propagar como ação positiva quando, na verdade, ataca os direitos dos trabalhadores, prejudicando especialmente as mulheres”, relatou Silvana Kaproski, coordenadora do movimento das mulheres do Sindicato dos Bancários.

Caso a reforma seja aprovada, a idade mínima para concessão da aposentadoria será de 65 anos, equiparando homens e mulheres. Ignorando que, atualmente, as mulheres já recebem salários menores que os homens, trabalham mais horas por dia e desempenham dupla função. “Foi uma ação positiva e esclarecedora, precisamos nos posicionar e levar conhecimento ao máximo de pessoas, só assim conseguiremos barrar esse retrocesso”, concluiu Silvana.

 

9d5fbd4b-f643-4f60-8e73-3368d1b53592

6c9b42a2-5f97-4f65-85a1-2ed97ea2492b

8faf195a-d72f-46cf-9845-b5fe88bfa594

dd7a63c6-d0da-4bd2-b5ed-2c5653986082